Eu com dívidas?

Venho aqui expôr a situação em que a minha própria família me meteu e mostrar porque é que sou tão anti-social e não confio em ninguém.
Acontece que o meu pai teve uma menina na Suiça há uns anos que preferiu não registar quando nasceu. Ora, entretanto ele veio viver para Portugal mas faleceu um ano depois. Abriu-se entao um processo em tribunal do qual eu nunca tive interesse em participar. Depois de ficar provado que ele era mesmo pai dela, eu e os meus irmãos recebemos uma carta a dizer que tinhamos uma dívida de 2300 euros. O que é que eu tenho a ver com o que o meu pai andou a fazer? Nada. Falei com a minha madrasta, mãe da miúda, e adivinhem o que ela disse? Não pode fazer nada para ajudar e a culpa não é dela (lol? é minha?). O pior nisto tudo é que a minha tia, irmã do meu pai, preparou o terreno para que a outra não tivesse que pagar nada e sobrasse para nós. Como tenho tanta certeza? Antes de receber cartas do próprio tribunal já ela sabia de tudo o que estava presente nelas. Para além disso trabalha com advogados, sabia desde o início quem tinha de pagar. Isto é só mais uma razão pela qual odeio pessoas e adoro animais.

You May Also Like

0 comentários

Expressa-te.