La La Land: o filme da minha vida

(contém spoilers)

La La Land tem tudo o que mais gosto num filme: grandes actores, muita música, boas vozes, romance, suspense... Mas houve um outro aspecto que se destacou mais do que todo o conjunto que o compõe, a história. A vida daquelas personagens é como a de qualquer um que tenta e falha, tenta e falha e tenta para falhar novamente. É como me sinto desde quase sempre e, principalmente, desde que me mudei para Lisboa. Tal como a personagem de Emma, já fui a muitos castings onde dei tudo mas não recebi  resposta. Toda aquela energia de uma sala cheia de gente que nem sequer olha nos olhos ou, quando o faz, tem uma força esmagadora, é-me bem familiar. São aquelas pessoas que ditam o sucesso ou mais uma desilusão para colocar no dossier de memórias. E aquilo permanece, dói e a tensão começa a acumular; o tempo passa e parece que nunca conseguiremos atingir os objectivos. 

Mas, no meio de toda aquela dor, dúvida e falta de confiança, surge uma voz que nos empurra e leva
a tentar mais uma vez 
"I guess I'll see you in the movies"

E, aquele que seria o último esforço em busca de um sonho torna-se no sonho em si num estalar de dedos. Mia torna-se uma actriz muito famosa, rica e com a vida ideal. 

Ainda estou à espera desse momento.

"Jazz is about the future"



You May Also Like

0 comentários

Expressa-te.